Oficina Cultural Xingu

Gostaria muito de agradecer a oportunidade de poder acompanhar o trabalho importantíssimo que a empresa DOCUMENTO esta realizando para preservar as áreas sagradas indígenas (SAGIHENGO e KAMUKUWAKA). Para mim é muito gratificante, pois, esses dois dias que acompanhei o trabalho realizado com o grupo Waurá, tive a oportunidade de conhecer um pouco mais da cultura indígena, principalmente das hístórias míticas contadas pelo grupo, desde os mais idosos até os mais jovens. Foi um trabalho muito bonito, sério e de grande valia para todos os povos indígenas alto xinguanos e toda a humanidade. Acompanhei a oficina do começo ao fim, confesso que fiquei muito comovida e até me emocionei com alguns depoimentos dos membros do grupo, quando demonstraram realmente a vontade e o interesse que aconteça de vez o TOMBAMENTO dessas áreas sagradas. Essas áreas precisam sim, serem preservadas e protegidas para que as histórias continuem sendo passadas para futuras gerações que desconhecem esses locais sagrados. Gostaria de agradecer também aos meus chefes, Iano Mac K. Yawalapiti Rodarte e Ianaculá Rodarte representantes do Instituto de Pesquisa Etno Ambiental do Xingu - IPEAX, que me liberaram para estar acompanhando o grupo nesse trabalho de Oficina Cultural na cidade de Água Boa-MT.
Meus sinceros agradecimentos à todos. Parabéns Drª Érika e toda equipe....:)

Exibições: 131

Comentar

Você precisa ser um membro de Oficina Cultural Xingu para adicionar comentários!

Entrar em Oficina Cultural Xingu

Notícias

Relato da Antropóloga e Socióloga Gláucia Buratto Rodrigues de Mello

Acompanhe o relato da Antropóloga e Socióloga Gláucia Buratto Rodrigues de Mello, sócio-efetivo da ABA-Associação Brasileira de Antropologia sobre o Tombamento das terras do Alto Xingu.

Clique aqui.

Aprovado pedido de Tombamento pelo IPHAN

    No dia 24 de junho de 2010, o Conselho Consultivo do Patrimônio Histórico, aprovou, por unanimidade, o pedido de tombamento de dois lugares considerados sagrados pelas comunidades indígenas do Alto-Xingu, no Mato Grosso.

Sagihengu e Kamukuwaká são agora Patrimônios Culturais do Brasil.

O pedido de tombamento foi apresentado pelas etnias Waurá, Kalapalo e Kamayurá e reforçado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan.
                     saiba mais

- - - - - - - - - - - - - - - -

O Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade consagrou o "Projeto Patrimônio indígena, história da nossa gente", do Instituto de Pesquisa Etno Ambiental do Xingu (IPEAX), presidido pelo cacique Aritana Yawalapiti.    saiba mais

- - - - - - - - - - - - - - - -

Próxima reunião
Para análise e aprovação final da comunidade indígena ao Projeto de Corredor Cultural dos rios Culuene e Batovi.

Data: 8 e 9 de Abril

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Documento Projetos Planejamento.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço